Acorde Bem Colchões

Televendas: (11) 5016-3474 / 5012-2286 / 5011-1971 loja

Dicas

Você sabe como é feito o teste de certificação do INER?

Para receber esse certificado, são necessários alguns procedimentos que vão avaliar se há possíveis falhas. Para chegar ao resultado de qualidade, os colchões de espuma são submetidos aos seguintes testes:

 

1-      DIMENSÕES – Na primeira etapa é analisado todo o acabamento nos aspectos construtivos e ocorre a medição para verificar se os comprimentos estão de acordo com o indicado na etiqueta.

2-      CORPOS DE PROVA – Depois, na segunda etapa, é hora de iniciar a análise do que está por dentro. Após a remoção da capa, a espuma é retirada e cortada em diferentes medidas e formatos, para que possa ser levada a diferentes testes.

3-      DENSIDADE – Para testar a densidade, é usado um metro cúbico da espuma que foi cortada no segundo passo. Essa espuma é pesada e analisada.

4-       RESILIENCIA – O passo de resiliência testa a capacidade de conforto do colchão, que é medida pela velocidade com a qual a espuma retorna quando é comprimida.

5-        FADIGA – Essa fadiga é a verificação do comportamento da espuma quando comprimida 80 mil vezes, simulando o ato de deitar e levantar. Nela, verifica-se a perda da dureza e espessura.

6-      TENSÃO DE RUPTURA /ALONGAMENTO – Nessa fase, uma tirinha de algodão é submetida a uma máquina que irá puxar suas extremidades onde serão avaliadas a resistência e flexibilidade do produto baseando- se no momento de sua ruptura.

7-      DEFORMAÇÃO PERMANENTE – É determinada a perda de espessura da espuma. Submetida à compressão de 90% e uma temperatura de 70° C durante 22 horas para verificar a resistência do colchão.

8-      TEOR DE CINZA – Esse teste é realizado para verificar se o material usado na espuma é puro, sem substâncias inorgânicas, que causam um falso aumento de dureza e densidade.

9-      INDENTAÇÃO (SUPORTE DE CARGA) – Uma máquina é pressionada sobre a espuma, verificando se a densidade obedece à tabela de biótipo, de acordo com as características de peso e altura da pessoa que irá escolhê-lo.

10-    RESISTÊNCIA AO RASGO – Uma tira retirada das amostras é prensada nas suas extremidades laterais. Essas extremidades são puxadas em sentidos contrários para determinar a capacidade de resistência da espuma.

Luna Pavanelli

Entre em contato conosco

* Campos de preenchimento obrigatório
Fechar